Desenvolvedor Web: Conheça tudo sobre essa carreira em ascensão

Inscreva-se em nossa Newsletter!

Com a migração de cada vez mais negócios e profissões para o meio digital (mesmo que as operações ainda sejam realizadas fora da internet), o mercado de tecnologia vem se expandindo constantemente.

E com o aumento da concorrência nesse segmento, torna-se essencial o desenvolvimento de websites, plataformas e aplicativos cada vez mais complexos e seguros, proporcionando uma experiência do usuário inesquecível quando comparada aos concorrentes do mercado. 

Portanto, no artigo de hoje, iremos abordar a carreira e principais habilidades de um desenvolvedor web, conhecido não só como o profissão do futuro, mas do presente.

O que faz um Desenvolvedor Web?

Por não existir uma graduação específica, o web developer (ou desenvolvedor web) pode diplomar-se em diversos cursos ligados à área, como engenharia da computação, análise de sistemas ou sistemas de informação.

Entretanto, é essencial a esse tipo de profissional que se mantenha atualizado com as novidades da área, independente da graduação. 

Um desenvolvedor web será responsável dentre outras funções, principalmente por:

  • Atendimento – a primeira etapa é o contato com o cliente, para compreender qual o objetivo final dele com o projeto e qual a melhor solução;
  • Planejamento – somente com um planejamento eficiente será possível mapear o melhor caminho e entregar o que atende às necessidades do cliente. Em muitos casos também, a real necessidade pode não estar sendo atendida com o projeto que ele deseja e cabe ao desenvolvedor identificar qual a melhor solução;
  • Construção – o momento de colocar a mão na massa e programar. Independente da especialidade em que atue, é hora de realizar na prática o que planejou na etapa anterior;
  • Testes – uma etapa essencial para colocar em provas todas as questões que importam ao projeto. Todas as funcionalidades estão usuais? Elas ocorrem conforme o previsto? Só após todas as verificações que o piloto deve ser apresentado ao cliente;
  • Atualizações – as funções de um desenvolvedor web vão muito além da entrega do projeto. Após isso, o desenvolvedor continua sendo responsável pela manutenção e atualização do site ou programa, garantindo que continue funcionando.

Principais especializações da área de Desenvolvedor Web:

Existem três principais especializações de desenvolvedor web, dentre eles:

Desenvolvedor Front-End

Esse nome significa a “parte frontal” da programação, isto é, a interface em que o profissional atua. Uma das principais preocupações de um desenvolvedor front-end é garantir uma boa experiência do usuário.

Dessa forma, ele deseja entender qual a melhor jornada que o usuário pode passar dentro do site e compreender se o layout atende às necessidades observadas.

Dentre as principais funções do front-end, temos:

  • coleta de feedbacks das experiências dos usuários do site/programa;
  • compreender e atender as necessidades e expectativas dos usuários;
  • garantir um bom funcionamento de sites, e-commerces, blogs, entre outros, para a experiência do cliente;
  • fazer manutenção e atualizações.

Para especialização desse tipo de profissional, conhecimentos em SEO, HTML, JavaScript e CSS, além da lógica de programação são essenciais.

Desenvolvedor Back-End

Outra especialização da área é em back-end, que trabalhará na “parte de trás” da programação, isto é, a programação que se comunica com o banco de dados. 

Nessa especialidade, o desenvolver traduz o que o front-end determina ao servidor, utilizando códigos ou o desenvolvimento de aplicações web.

Para essa função, é importante gostar e ter familiaridade com códigos e linguagens de programação, que são o foco do trabalho. Além de atuar com:

  • configuração e leitura de banco de dados, análise de informações, erros, entre outros dados gerados;
  • linguagens de programação, como JavaScript, Ruby, Python e PHP;
  • sistemas operacionais para servidores como o Linux;
  • segurança da informação.

Desenvolvedor Full-Stack

O desenvolvedor full-stack (ou DevOps) é um tipo de especialização do back-end. A principal responsabilidade é a infraestrutura, ou seja, o profissional garante que a aplicação desenvolvida funcione no ambiente de produção. 

Porém, as funções também envolvem:

  • planejamento – no momento de definir a linguagem de programação, infraestrutura, a equipe e suas funções;
  • desenvolvimento – à partir das linguagens e ferramentas necessárias;
  • automação – das etapas e processos, detectando e prevenindo problemas;
  • testes – assim como já citado, os testes são essenciais para garantir o funcionamento do que foi desenvolvido;
  • monitoramento – por fim, a coleta de dados e a otimização dos sistemas, de acordo com as necessidades do cliente e da experiência do usuário.

Quais são as habilidades necessárias?

A área de atuação de um desenvolvedor web é muito diversa. Por isso, é comum que um desenvolvedor não domine todas as áreas. Caso decida seguir essa carreira, é importante dominar as linguagens e ferramentas desejadas.

A seguir temos uma lista com as principais habilidades de um desenvolvedor.

Hardware e Software

O desenvolvedor irá trabalhar na maior parte do tempo com o computador. Portanto, é essencial que compreenda seu sistema operacional (software), bem como as peças que o moldam (hardware), conhecendo também:

  • as aplicações dos sistemas operacionais e suas características de processamento;
  • a montagem e funcionamento de um computador, não apenas na teoria, mas colocando a mão na massa ao montar e desmontar computadores.

Lógica de Programação

Outra habilidade importante para o desenvolvedor é entender a lógica de programação e algoritmos. Independente da escolha da linguagem de programação desejada, é com a lógica de programação que se consegue programar.

Conquistando essa habilidade, para aprender uma linguagem nova, só vai precisar conhecer algumas regras específicas dela.

Linguagens de programação

Possivelmente, você conhece o sistema binário que compõem um computador através de extensas sequências de 1 e 0.

A linguagem de programação é um conjunto de regras que o web developer pode utilizar para tornar a comunicação mais simples e humanizada, para criar programas, games, websites e até aplicativos de celular.

Existem diversas linguagens de programação e a seguir, listamos algumas que você deve conhecer.

JavaScript

O JavaScript é uma linguagem para desenvolvimento de scripts para websites. Responsável pelo front-end, é orientada por grupos de dados, chamados objetos.

PHP

Diferente do JavaScript, o PHP é responsável pelo back-end, com geração de conteúdo dinâmico para o website. 

Não é à toa que é uma das linguagens mais populares de programação para back-end, uma vez que permite o monitoramento e atualização dos dados mesmo após o código pronto. 

É uma linguagem não dependente do web developer para isso.

Outra vantagem dessa linguagem é o HTML já mesclado no código. Apesar de ser uma linguagem simples, não se engane, o PHP permite recursos avançados aos desenvolvedores que sabem utilizá-lo com maior aprofundamento.

Python

Outra linguagem simples e muito popular, serve para programação de programas para celulares, computadores e também websites. 

Além disso, é possível criar recursos utilizando poucas linhas de comando e quase sem utilizar caracteres especiais no processo.

Outras tecnologias

Se deseja destaque no mercado profissional como desenvolvedor web, o conhecimento de outras tecnologias é essencial. Veja quais são a seguir!

HTML

Componente básico de criação de páginas, o HTML é uma linguagem de hipertextos. Através dele é possível estruturar o estilo do conteúdo do site, bem como criar conexões com outras páginas.

À partir do HTML, você define onde estão os parágrafos, assim como os textos em negrito, itálico e até mesmo, os títulos e subtítulos do conteúdo.

CSS

Enquanto o HTML é responsável pela estrutura, pode-se dizer que o CSS é responsável pela estética. 

Dessa forma, é possível inserir imagens, tabelas, fontes e cores nos textos, entre outras possibilidades de estilo. Vale dizer que normalmente, o HTML e o CSS trabalham em conjunto, um complementando o objetivo do outro.

Outra vantagem de utilizar o CSS na programação é não só melhorar o SEO, mas também a experiência do usuário, pela velocidade de carregamento de páginas na web.

Qual faculdade cursar?

Agora que já conheceu as principais habilidades de um web developer, você deve perceber que trabalhar com programação não é uma tarefa fácil. A carreira exige investimento de tempo para se destacar em um mercado tão competitivo. 

As tecnologias que você aprendeu em 2016, por exemplo, já não são iguais às tecnologias exigidas em 2021 e por isso, o processo de aprendizado deve ser contínuo.

Dessa forma, para quem já trabalha na área, novos cursos podem ser interessantes para ampliar o conhecimento. 

Para aqueles que desejam ingressar na área mas não sabem por onde começar, uma graduação pode ajudar. 

Como já foi dito, não existe um curso específico para desenvolvedores web mas cursos relacionados a área, como por exemplo, ciência e engenharia da computação, sistemas de informações, análise e desenvolvimento de sistemas, entre outros.

Onde um Desenvolvedor Web pode atuar?

#1 Empresas Privada

As possibilidades de atuação são diversas. Da otimização dos processos até a experiência do usuário, até mesmo na atuação de campanhas e produção de conteúdo. 

Afinal as empresas precisam muito de um time de desenvolvimento web para construir seu cartão de visitas on-line, pelo qual leads e clientes se relacionam com a empresa. 

Apesar disso, as empresas privadas contratam desenvolvedores principalmente para as agências, prestando consultoria e soluções para outras empresas e startups, assim como manutenções e atualizações de acordo com a demanda do cliente.

#2 Bancos

As instituições financeiras são as que mais contratam profissionais de TI em comparação com outras áreas. 

O principal motivo é a segurança de dados necessária para oferecer confiança aos usuários de internet banking, evitando cibercrimes, roubo de dados e possíveis invasões.

Outra necessidade dos bancos é a usabilidade da plataforma, garantindo ao usuário uma navegação fácil e intuitiva, além da atualização constante de acordo com as necessidades do cliente.

#3 Indústria

Apesar de ser uma área com empresas menos presentes no meio on-line, a transformação digital vem modificando essa realidade. 

Os sites são utilizados para prospectar novos clientes, além de gerar relacionamento entre o público-alvo e a empresa.

Outra oportunidade aos desenvolvedores nessa área, é a criação de plataformas de troca de informação entre funcionários.

Conclusão

Por fim, seja você um desenvolvedor web ou ainda não, é importante ter uma visão do que pretende alcançar na área. 

Apesar de ser a carreira do futuro, o mercado ainda está carente de bons profissionais, segundo a pesquisa da Indeed e não faltam oportunidades para aqueles que buscam diferenciais e estão em constante aprendizado. Está procurando vagas de desenvolvedor? Olha aqui.

Gostou do artigo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Paula Moraes

Paula Moraes

Um comentário

  1. Ei ,

    Vejo o site e é impressionante. Gostaria de saber se as opções de publicidade de conteúdo ou banners disponíveis em seu site?

    Qual será o preço se quisermos colocar um artigo no seu site?

    Nota: O artigo não deve ser qualquer texto patrocinado ou anunciado ou assim

    Saúde
    henry garcia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *