Melhor hospedagem de site WordPress

WordPress é uma das ferramentas mais poderosas para se criar um site, mas antes mesmo de começarmos a mexer com os plugins e temas precisamos descobrir qual é a melhor hospedagem para colocar esse site.

E esse não é um processo muito simples.

Existem centenas ou milhares de possibilidades. Existem hospedagens brasileiras e internacionais. Caras e baratas. Compartilhadas e dedicadas. E por aí vai.

Se você já pesquisou um pouco sobre o assunto já percebeu que cada hospedagem é um pouco diferente e vai te oferecer benefícios um pouco diferentes também. Porém, a maior parte desses benefícios está em uma linguagem não muito amigável para quem não é técnico e até quem entende pode ficar na dúvida do que realmente é oferecido.

Nesse artigo eu quero tentar explicar um pouco melhor o que você deve observar na hora de adquirir uma hospedagem para seu site WordPress e quais são minhas sugestões baseadas em mais de 200 websites criados e hospedados pela minha empresa.

A lista de funcionalidades para uma boa hospedagem WordPress

Para simplificar já de início esse guia, quero apontar algumas funcionalidades ou características essenciais que você deve observar na hora de contratar o seu servidor ou hospedagem.

  • PHP versão 7 ou maior
  • MySQL versão 5.6 ou maior
  • SSL gratuito (certificado de segurança https)
  • Uso de SSDs nas máquinas e não HDs
  • Cache nativo no servidor
  • Instalação do WordPress com 1 clique
  • Garantia de disponibilidade de 99.99% (também chamado de uptime)
  • Suporte por chat, telefone ou email.

Os cinco primeiros itens são de natureza mais técnica, então não há necessidade de você compreender a fundo se não quiser. Eles simplesmente indicam que você estará rodando seu site WP em com as tecnologias mais novas e seguras.

O uso de tecnologias – como PHP e MySQL – antigas, que ainda é comum em muitas hospedagem brasileiras, vai por seu site tanto em maior risco de segurança quanto mais lento.

O restante tem mais a ver com a facilidade de você utilizar esse serviço e também com a garantia que seu site ficará sempre online.

Me lembro e 2012 quando contratei uma hospedagem para um site que estava desenvolvendo. Foi o meu primeiro serviço de hospedagem contratado nacional. Passei muita raiva porque quase todos os dias o site ficava offline alguns minutos e às vezes algumas horas.

E para piorar, demoravam a responder no suporte e diziam que não podiam fazer nada.

As melhores hospedagens de sites vão te dar todo o suporte e garantir que seu site fique online 99.99% do tempo.

Tipos de hospedagem WordPress

comentei em outro artigo a fundo sobre os tipos de hospedagem, então aqui vou ser mais resumido.

De forma simples, temos esses cinco tipos de hospedagem para escolher:

Hospedagem Compartilhada

O tipo mais comum e normalmente mais barato é a hospedagem compartilhada. Basicamente, você contrata um espaço dentro de um servidor (um computador) e divide essa máquina com outras pessoas.

Naturalmente, um cliente não tem acesso às informações de outros, mas eles compartilham dos recursos dessa máquina como HD, memória RAM, rede e CPU.

Em geral esse tipo de hospedagem é perfeita para quem está começando pois o site pode rodar legal já que não vai receber muitas visitas e o valor pago será também bem baixo.

Hospedagem VPS para WordPress

VPS significa Virtual Private Server, ou Servidor Privado Virtual no português. Nesse tipo de hospedagem você ainda divide um servidor com outros, mas a forma como essa máquina é dividida isola muito mais cada cliente e, principalmente, lhe dá recursos dedicados dessa máquina que não são compartilhados.

Isto é, você contrata recursos computacionais, como memória, espaço de disco e CPU que sempre estarão disponíveis para você.

Esse tipo de hospedagem normalmente vem com a necessidade de um pouco mais de conhecimento técnico e com um custo um pouquinho maior. Em termos de performance, ele é muito bom para pequenos e médios sites já que você pode controlar também a quantidade de recursos computacionais que deseja contratar a cada momento. Isto é, pode escalonar seu servidor de acordo com a demanda de visitas e crescimento do site WordPress.

Hospedagem nas Nuvens para WP

Cloud computing, ou computação nas nuvens, é um termo um pouco amplo para esse tipo de hospedagem. No entanto, ainda é o mais usado e verá esse tipo de nome na hora que buscar suas soluções.

Esse tipo de hospedagem é um pouco mais complexa e sugiro que apenas quem tem um conhecimento técnico mais avançado se aventure. A grande vantagem desse tipo de hospedagem é que o site pode escalonar automaticamente dependendo do número de visitas. Isso faz com que o site sempre cresça sem ficar offline ou ter problemas com a sua disponibilidade.

Servidor Dedicado

Um servidor dedicado é, como o nome já diz, uma máquina que é inteiramente sua. Você a aluga por um valor consideravelmente mais alto, mas tem total controle sobre o que instala, como configura e como gerencia.

De forma similar ao VPS, aqui é importante que você contrate um profissional para fazer a gestão dessa máquina uma vez que é muito fácil fazer coisa errada mesmo seguindo tutoriais online. Não é uma opção para iniciantes, mas é a opção escolhida por muitos grandes sites que recebem milhões de visitas todos os meses.

Hospedagem Gerenciada para WordPress

Para finalizar, temos a hospedagem gerenciada para WordPress. Com esse tipo de servidor, o serviço contratado vem acompanhado de toda a manutenção e gestão do sistema. Atualizações, avaliações e configurações são todas feitas pela empresa que oferece o serviço.

Tudo que o cliente precisa fazer é não se preocupar com a hospedagem do site.

Esse é o tipo de hospedagem que mais recomendo para meus clientes que não possuem conhecimento técnico e não querem mais uma coisa para se preocuparem.

Inclusive, a própria Iglu oferece esse serviço para nossos clientes. Se você quiser saber mais, manda um alô aqui.

Qual hospedagem você deve escolher?

Minha primeira sugestão é que você compreenda o propósito do seu site. Um blog terá necessidades diferentes de um e-commerce, por exemplo.

Um e-commerce tem que ser muito mais rápido e não pode dar problemas uma vez que você provavelmente estará pagando Ads e quer que as vendas aconteçam. Então vale mais a pena escolher um serviço um pouco melhor do que para um blog pessoal que não terá muito problema se ficar um pouco mais lento de vez em quando.

Seguindo uma lógica similar, é importante olhar também para o conteúdo. Mais especificamente a quantidade e a complexidade do conteúdo. Um site de uma página só consumirá muito menos recursos do que um com mil páginas.

Por fim, um dos pontos principais a se considerar é o tráfego. Quanto mais pessoas acessam seu site, mais também terá que investir nessa hospedagem para que o site não fique lento e caia (fique offline) por falta de recursos.

Eu vou apresentar abaixo as opções que considero melhores com base nos tipos de hospedagem que provavelmente você mais vai precisar.

Recomendações para hospedagem compartilhada

GreenGeeks

O GreenGeeks, além de ser um servidor que se preocupa com o meio ambiente um pouco mais, foi o mais rápido num estudo feito por um um YouTuber chamado Darrel Wilson.

Preço baixo e velocidade fazem desse serviço minha escolha principal. Trabalho com eles e tenho clientes que recebem milhares de visitantes diariamente que o utilizam.

Confira o GreenGeeks

SiteGround

Assim como o GreenGeeks, o SiteGround é um dos mais rápidos do mercado. Uma coisa que gosto deles é que destrincham exatamente os limites e a quantidade de recursos que pode utilizar.

São um pouco mais caros, mas o suporte é dos melhores que já vi.

Confira o SiteGround

Recomendação de VPS

Digital Ocean

Utilizo o Digital Ocean desde 2012 e é, na minha opinião, o serviço que mais avança na gestão de VPS. São muitos anos que acompanho o desenvolvimento da plataforma deles e cada vez fica melhor e mais fácil de usar.

O que não falta são artigos e documentação sobre eles, então é bem tranquilo para se aventurar.

Confira o Digital Ocean

Recomendação de hospedagem na nuvem

O serviço que recomendo mais fortemente aqui é o AWS (Amazon Web Services). Se você não conhece o AWS, apresento a você o sistema que hospeda a maior parte das empresas de tecnologia que usamos, tipo Netflix.

Confira a AWS.

Outra opção, que é um pouco diferente, que é legal e nacional é o Umbler.

Ele tem umas opções de criação de websites bem baratas e abstrar a noção de recursos computacionais para dar ao usuário um serviço mais em conta. vale a pena dar uma olhada.

Confira o Umbler.

Recomendação de hospedagem gerenciada

Em 2014 eu era sócio de uma agência de marketing e criávamos vários sites para nossos clientes. Testamos dezenas de serviços de hospedagem e até encontramos alguns bons.

Porém, os clientes não gostam de ter que ficar mexendo com essas ferramentas e ter que lidar diretamente com o suporte para resolver algum problema.

Inclusive, há um tempo um cliente simplesmente esqueceu de pagar a renovação do serviço e o seu site se perdeu. Não tinha nem backup mais.

Então pensando nisso eu criei um serviço para hospedagem meus clientes. Já atendemos centenas de clientes e estamos cada vez mais oferecendo um serviço de hospedagem gerenciada melhor.

Inclusive, esse site aqui mesmo, que recebe dezenas de milhares de pessoas todos os meses, roda no nosso serviço.

Se você quiser saber mais sobre isso, peço que entra em contato conosco abaixo:

Saber mais sobre a Hospedagem Gerenciada Iglu.

Conclusão

Escolher a hospedagem não é uma tarefa simples, mas espero que com esse artigo você consiga tomar uma decisão com mais informação.

Se tiver qualquer dúvida sobre hospedagem de sites, não deixe de comentar abaixo e farei o possível para te ajudar no seu caso específico.

Tenho confiança que encontrará a melhor hospedagem de sites WordPress.

Divirta-se!

Gostou do artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
André Lug

André Lug

Apaixonado por design e desenvolvimento de websites. De vez em quando gosta de escrever sobre produtividade, como é ser um freelancer e algumas reflexões da vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *